Declaração do IR começa a ser entregue dia 2 de março

O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2022, está previsto para começar dia 2 de março. E alguns documentos podem ser adiantados para acertar as contas com o leão e garantir a restituição ainda nos primeiros lotes. São três grupos tributáveis, separados em rendimentos, bens e direitos e pagamentos.

Imagem por @Racool_studio / freepik / editado por Jornal Contábil

No caso dos rendimentos, entram os informes de salário, aposentadoria e pensão. As pensões alimentícias recebidas, também entram nesta categoria, assim como as receitas de trabalhadores autônomos.

O grupo de bens e direitos inclui escritura de imóveis, documentos de veículos, certificados de bens como ações de ouro e a aquisição ou posse de novos bens.

Para quem comprova pagamentos, são necessárias as notas fiscais de hospitais e clínicas, escolas, imobiliárias, recibos de profissionais da saúde como dentistas e psicólogos e quem paga pensão alimentícia.

Este ano é possível incluir as notas fiscais referentes a testes de Covid realizados em laboratórios, hospitais e clínicas. Adriano Marrocos é Conselheiro do Conselho Federal de Contabilidade e explica como essa novidade vai funcionar. Segundo ele, “serão considerados dedutíveis aqueles realizados em hospitais e clínicas, e aqueles que as clínicas estiverem executando em farmácias, já com a nota fiscal pela clínica, se a nota fiscal foi emitida pela farmácia não será dedutível”, afirma.

Existem três maneiras de enviar o imposto de renda. A mais tradicional é um programa disponibilizado pela Receita Federal que deve ser baixado no computador todos os anos.

As outras duas formas estão disponíveis no celular do contribuinte, pelo aplicativo Meu Imposto de Renda e pelo site e-CAC disponível na plataforma GOV.BR.

Para quem está acostumado a deixar as contas para última hora, Adriano Marrocos lembra que existe uma multa por atraso na entrega do documento.

Em 2021, quase 35 milhões de brasileiros enviaram suas declarações. Este ano o prazo final para entregar o documento é 30 de abril.

*Com supervisão de Sheily Noleto.

Original de Agência Brasil

Declaração do IR começa a ser entregue dia 2 de março

O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2022, está previsto para começar dia 2 de março. E alguns documentos podem ser adiantados para acertar as contas com o leão e garantir a restituição ainda nos primeiros lotes. São três grupos tributáveis, separados em rendimentos, bens e direitos e pagamentos.

Imagem por @Racool_studio / freepik / editado por Jornal Contábil

No caso dos rendimentos, entram os informes de salário, aposentadoria e pensão. As pensões alimentícias recebidas, também entram nesta categoria, assim como as receitas de trabalhadores autônomos.

O grupo de bens e direitos inclui escritura de imóveis, documentos de veículos, certificados de bens como ações de ouro e a aquisição ou posse de novos bens.

Para quem comprova pagamentos, são necessárias as notas fiscais de hospitais e clínicas, escolas, imobiliárias, recibos de profissionais da saúde como dentistas e psicólogos e quem paga pensão alimentícia.

Este ano é possível incluir as notas fiscais referentes a testes de Covid realizados em laboratórios, hospitais e clínicas. Adriano Marrocos é Conselheiro do Conselho Federal de Contabilidade e explica como essa novidade vai funcionar. Segundo ele, “serão considerados dedutíveis aqueles realizados em hospitais e clínicas, e aqueles que as clínicas estiverem executando em farmácias, já com a nota fiscal pela clínica, se a nota fiscal foi emitida pela farmácia não será dedutível”, afirma.

Existem três maneiras de enviar o imposto de renda. A mais tradicional é um programa disponibilizado pela Receita Federal que deve ser baixado no computador todos os anos.

As outras duas formas estão disponíveis no celular do contribuinte, pelo aplicativo Meu Imposto de Renda e pelo site e-CAC disponível na plataforma GOV.BR.

Para quem está acostumado a deixar as contas para última hora, Adriano Marrocos lembra que existe uma multa por atraso na entrega do documento.

Em 2021, quase 35 milhões de brasileiros enviaram suas declarações. Este ano o prazo final para entregar o documento é 30 de abril.

*Com supervisão de Sheily Noleto.

Original de Agência Brasil

Start typing and press Enter to search

Ligue para nós!
Iniciar conversa
1
Precisando de ajuda?
Olá! Como posso te ajudar?
Clique na seta abaixo para iniciar uma conversa