Audiência discute ligação entre moedas virtuais e formação de pirâmides financeiras

Operações com moedas virtuais somaram R$ 101,56 bilhões em 2020

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados discute nesta quarta-feira (27) o combate a pirâmides financeiras e fraudes com moedas virtuais.

Audiência discute ligação entre moedas virtuais e formação de pirâmides financeiras

A audiência foi sugerida pelo presidente do colegiado, deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), e pelo deputado Leo de Brito (PT-AC) e vai ouvir, entre outros, representantes dos ministérios da Economia e da Justiça, da Polícia Federal e do Banco Central.

Leo de Brito cita levantamento do portal G1, segundo o qual, em 2020, os contribuintes informaram à Receita Federal R$ 101,56 bilhões em operações com moedas virtuais em 12 meses. "O levantamento é de agosto de 2019 a julho de 2020, quando se completou o primeiro ano desde que a Receita passou a exigir a comunicação de transações envolvendo as chamadas criptomoedas", explica o deputado.

"O valor equivale a pouco mais de 1% das operações de câmbio registradas no ano passado", compara Brito. Mas, segundo ele,  "é cinco vezes superior, por exemplo, às exportações de ouro pelo Brasil em 2019 — US$ 3,65 bilhões." Ele ressalta ainda que não existe no Brasil uma regulamentação específica para as moedas digitais — o Banco Central não regula nem supervisiona as operações.

Já o deputado Aureo Ribeiro quer discutir casos noticiados pela imprensa em que donos de empresas de investimentos em moedas virtuais são investigados por formação de pirâmide financeira. "Não é de hoje que crimes dessa natureza ocorrem", afirma Ribeiro, que é autor do Projeto de Lei 2303/15, que regulamenta o uso de moedas virtuais no Brasil.

No mês passado, o texto foi aprovado, com alterações, na comissão especial. A proposta agora precisa ser votada no Plenário da Câmara.

Fonte: Agência Camara (www.camara.leg.br)

Start typing and press Enter to search

Ligue para nós!
Iniciar conversa
1
Precisando de ajuda?
Olá! Como posso te ajudar?
Clique na seta abaixo para iniciar uma conversa